A espera

Em lembrança de minha mãe Solange

A espera é constante

É excitante

É radiante

A espera de alguém que não chega

A espera de um amor

A espera da chegada

A espera de sua noiva

Sua mais nova companheira

A espera de sua no vida

A espera de nove meses

É a espera mais pura e mais bela da felicidade

É a espera do milagre da vida

Só que tem a espera mais triste do mundo

A espera do descanso eterno

Pode ser numa cama

Pode ser numa cadeira de rodas

Pode ser até em uma felicidade

Lá naquele quarto alguém espera seu

Descanso eterno

Pessoas choram no corredor desesperadamente

Na espera de um milagre eterno

Campinas, 6 de agosto de 2001

Eliza Desidério César Bento


<- Voltar