O PORQUE DA VIDA
 
           Será que  nós  já nos fizemos a mesma  pergunta milenar que  a maioria dos grandes pensadores  e filósofos do passado já se fizeram ? Porque será que eu existo ? Que motivos  existem para o meu sofrer...??
             Estas questões são de uma profundidade imensa e aqueles que não tem o conhecimento dos princípios espirituais quase sempre ficam perdidos em meditações sem  encontrar uma resposta conclusiva.
             Muito bem, mas nós que nos dizemos um pouco espiritualizados, o que falamos quando questionados a respeito do tema?? Ah!!!   Eu estou aqui para sofrer...Estou pagando meus pecados  e  sofro apenas, este é meu karma...
             Será que é isto  mesmo...???
             Não meus amigos, não é nada disto. Quem disser isto esta redondamente enganado e não sabe  qual o verdadeiro sentido da vida. Esta é uma abordagem equivocada e ultrapassada, usada por aqueles que ainda não compreenderam a profundidade da Doutrina Espírita. Somente a falta de estudo  pode nos levar  a uma  conclusão destas e por conseqüência nos induzir a uma vida de dor e de  sofrimento. 
              O Espiritismo é uma doutrina maravilhosa que esclarece e consola, nela encontramos a explicação  de muitos  pontos  que por milhares de anos ficaram obscuros e inexplicados. Ali descobrimos  que somos alguém importante  no universo  e que temos grandes coisas para fazer. Entre  estas  coisas  está uma que é  estar vivo, para crescer e para ser feliz. Se por ventura ainda sofremos  é porque no passado  não soubemos  nos adequar as leis perfeitas do universo e descumprindo estas leis assumimos compromissos que no hoje tem que ser reparados. Nós somos espíritos  muito velhos, milenares podemos  dizer e estamos colhendo no hoje o que plantamos no passado.
             A lei de causa e efeito é uma lei perfeita e justa que nos cobra  os erros,  mas  nos retribui também quando acertamos. Olhada assim poderia parecer que ela nada mais é que  a lei de talião aplicada  na sua plenitude.
            Pois  quando estudamos o evangelho de Jesus sob a ótica da fé raciocinada descobrimos que   existe o caminho do amor e da caridade que os antigos  seguidores do Mestre Moisés ignoraram. Sempre que praticarmos e vivermos estas leis podemos pela nossa vontade  corrigir  o erro, com trabalho  e com Amor. Esta verdade nos abre a porta  da verdadeira bondade e justiça do Pai para conosco, nos amando e nos dando oportunidades de reparação.
           A resposta final a minha indagação inicial é que  estamos  aqui num continuo processo de crescimento, onde não retrocedemos  jamais mas andamos sempre para frente. O futuro   é  o despertar de um dia luminoso cujo desenrolar nós mesmos temos  o compromisso de desvendar e de escrever.
         A felicidade, a saúde, o equilíbrio, são coisas que estão nas nossas mãos e nos cabe  desvendá-los a cada minuto de nossas vidas. Não choremos pelo erros do passado, mas vamos sorrir  pelo venturoso  porvir que estamos  construído agora. Este é o compromisso de cada um de nós, compromisso muito sério  porque lidamos com a vida de alguém muito especial, ou seja nós mesmos.
 
            Meditem a respeito disto, estas são apenas algumas linhas do meu pensamento dentro da doutrina consoladora.
 
            Um grande  abraço a todos amigos de longe e de perto...do amigo...
 
             Ivo Alfredo Kath.

 

 

< Voltar