A fé que canta e dança


Por causa do sofrimento de Jesus, há quem confunde tristeza com virtude, e alegria com pecado.Se fosse assim, a nossa salvação seria uma eternidade de pecados! E eis o ensino bíblico: "O coração alegre é bom  remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos" (Provérbios 17,22) e "Para que a minha alegria esteja em vós" (João 15,11). 

O congado alegra as nossas festas religiosas de Nossa Senhora do Rosário, stº Antônio, stº Expedito e sta Efigênia. E já faz 68 anos consecutivos, que se realiza no Bairro Jaraguá de BH um dos maiores festivais do gênero no Brasil. Parabéns ao Sr. Manoel, atual presidente da Associação dos congadeiros de MG, e à madrinha Glorinha (Sra Glória Machado), os quais se dedicam de corpo e alma ao congado, pelo último festival do dia 11-6-2006. Nele estavam presentes congadeiros de BH, Lafaiete, Sta Luzia, Carmo do Cajuru etc, os quais participarão também das comemorações da Assunção de Maria, em 15-8-2006, promovidas pela Catedral da Boa Viagem de BH. Houve no festival, infelizmente, uma notícia desagradável, ou seja, a de que os carismáticos do Jaraguá boicotaram o evento, o que é estranho, pois eles estão sempre à frente das comemorações da Igreja. Mas vários padres estavam lá e, após a missa, coroaram as novas autoridades do  congado: Sinval Ladeira, "Rei do Ano", e Antônio Roberto (da TV Alterosa e Rádio Itatiaia), "Rei do Povo". 

Há cerca de 10 anos, o deputado federal Vittorio Medioli (PV) presenteou os congadeiros do Jaraguá com a construção da igreja de sua Padroeira Nossa Senhora do Rosário. Aliás, o Partido Verde inclui em sua política a defesa do meio ambiente e o apoio a todos os movimentos espiritualistas. E é em torno da citada igreja que acontece esse já tradicional festival anual de congado. Muita fé, cantos e danças ao ritmo de tambores comovem católicos, espíritas, afro-asiáticos e evangélicos, o que nos faz lembrar dos louvores a Deus, tendo à frente Míriã com batidas de tambores, cantos e danças (Êxodo 15,20 e 21), e também, da dança de Davi ao Senhor (2 Samuel 6,14). 

Eu me alegrei muito no festival, mas também me entristeci um pouco por eu não ter uma fé assim tão pura e fervorosa como a dessa gente congadeira que canta e dança!